E SE OS HERÓIS E VILÕES DE FINAL FANTASY FOSSEM TREINADORES POKÉMON?

ELES PODERIAM SER ASSIM Ó

O artista Andrew Ryan já comprovou ser fã da fantasia e RPGs lá em seu DeviantART, mas entre seus ótimos trabalhos uma das coisas que mais chama atenção é sem dúvida o crossover que ele fez entre Pokémon e Final Fantasy! Nessa mistura ele imagina como heróis como Cloud, Tifa, Yuna, Auron, ou mesmo vilões como Seifer e Sephiroth, seriam se fossem treinadores! 

Ele colocou até um tipo específico para cada. Outro detalhe: o antes canhão de Barret é agora um lança-pokébolas! Ele deve capturar todos com muita facilidade dado o puta impacto.

PASSEANDO MAIS PELA HOENN DE OMEGA RUBY/ALPHA SAPPHIRE

SAUDADES DE TOMAR BANHO DE SOL E MAR POR AQUI

Pokémon Omega Ruby Alpha Sapphire, ou ORAS como está sendo conhecido, chegam pro 3DS daqui a 4 meses, e já se sabe de coisas como as Mega-Evoluções para Pokémons da região de Hoenn, o uso do motor gráfico de X/Y, e a infeliz falta de personalização dos protagonistas inaugurada com muita alegria na ainda atual 6ª geração. Uma vez que o programa Pokémon Sunday acabou agora quem fica responsável por lançar novidades ao público japonês é o Pokémon Get TV e no último dia 27/7 foi lá mostrado mais trechos da jogabilidade, apresentando inclusive a Mega-Evolução de Metagross, este que agora flutua e com certeza vai ser um desespero de enfrentar; no vídeo ele detonou o Mega Sceptile com um único Meteor Mash

O vídeo também nos mostra o Steven Stone, que nas versões originais venceu a Elite dos Quatro e subiu ao posto de Campeão da liga de Hoenn, isso até ser derrotado por nós, é claro. Se Steven vai desempenhar o mesmo papel na liga, não sei, mas que ele algo certo é que pelo seu interesse em pedras raras e dado as pedras de Mega-Evolução ele com certeza terá muito envolvimento com elas na trama e poderá ser o responsável por nos dar uma para mega-evoluir nosso Metagross.

Outra coisa mostrada foi o Team Magma e Aqua e como está a entrada deles em batalha. Ficou muito show, onde atrás da imagem dos membros surgem respectivamente a explosão de um vulcão e as profundezas do oceano. Os líderes possuem entradas diferenciadas uma vez que são renderizados em polígonos e tanto Maxie quanto Archie, respectivos chefes do Magma e Aqua, carregam uma Mega-Stone

No fim do vídeo temos mais uma amostra das Secret Bases em seu retorno e toda personalização. Lembrando que será possível receber outros jogadores nela. Quem não conhece essa possibilidade basta lembrar da personalização do quarto em Gold/Silver, agora imagine se tornar independente e conseguir montar um refúgio em diversos locais, seja na praia, floresta, enfim. É um recurso que apesar de ter usado no original não explorei tanto, mas com a chance de colocar até um Global Trade Station na base, fico curioso e interessado de ver o quão além isso vai.

Ah, é claro, não posso deixar de mencionar as vestimentas que o Pikachu poderá usar. Cara, Pikachu luchador, ou mascarado, ficou muito cool. Outras roupas pro mascote também são vistas e um palco no final utilizado. Com certeza isso se refere aos Contests exclusivos de Hoenn e que depois se ramificaram para outros estilos nas gerações futuras; nesse tipo de torneio são testadas diversas particularidades dos monstrinhos, como o quão inteligentes são, belos, resistentes, enfim, cada ataque tem uma categoria específica. Nunca fui fã para falar a verdade, mas quem sabe agora dê uma nova chance? 

Ao todo tô bem empolgado e vou dar uma explorada no site oficial. Lembrando que a data de lançamento mostrada no programa, 21 de Novembro, é válida para a América do Norte também! A Nintendo quis manter o mesmo esquema de release de X/Y, embora a Europa só veja o título em 28 do mesmo mês. 

Omega Ruby é minha!

SANTO METAL SLIME! ESSE SKYLOCK É A CARA DE DRAGON QUEST

PENA QUE É EXCLUSIVO AO JAPÃO E, BEM, UM JOGO PARA iOS

"Nada se cria, tudo se copia" será essa frase uma verdade? Cansamos de ver por aí que grandes jogos, como o próprio Destiny, se baseiam em fenômenos culturais para nascerem, e isso não quer dizer exclusivamente que trata-se de uma cópia descarada. Mas, cara, olha a arte desse Skylock! Se eu dissesse que trata-se de um novo Dragon Quest você acreditaria: é inegável a emulação do estilo de Toriyama nos jogos da franquia da Square Enix ou em outros com sua arte, vide Chrono Trigger

Como não tem muita informação por aí fui dar uma olhada no site oficial e parece ser um RPG bacana, mas tenho receio de jogos para smartphones. Uma coisa que me irrita muito é a impossibilidade de alguns quanto a jogar offline, tudo devido a sempre necessária conexão com redes sociais que eles têm. Um saco.

Skylock, que é exclusivo para iOS no Japão, pelo que deu pra entender tem 700 (ou mais) personagens para colecionar e montar um time de até 5 membros por batalha, e isso envolve tanto personagens humanos (ou que parecem humanos) e monstros. Sentiu a vibe DQV? Eu também! Embora a exploração dos mapas não seja como em Dragon Quest, nos confrontos a tela em 1ª pessoa, onde nossos heróis não aparecem, também dá aquela sensação de já vi isso aqui

O RPG social foi lançado ano passado pela Gloops, em 23 de Outubro. Eu aceitaria testá-lo caso desse uma passada por aqui.

Pra fechar o nome da desenvolvedora parece ser Exys e se mudarmos algumas letras de lugar e adicionarmos um N temos ENYX! Agora está tudo muito claro. No máximo ex-funcionários da Enix revoltados com a união com a Squaresoft e que decidiram manter a empresa viva, de um jeito ou de outro.

940 MIL DRAGON’S CROWN POR AÍ
JÁ JOGOU ESSA BELEZURA?
A minha paixão por beat ‘em ups começou há muito tempo e princialmente influenciada por Streets of Rage. Depois de um tempo conheci os fantasiosos e que traziam elementos de RPG, como o caso do excelente clássico King of the Dragons (Arcade/SNES/PS2) da Capcom. Ano passado a Vanillaware lançou um RPG de ação nestes moldes, ou nos de D&D (também da Capcom), e o que tivemos foi um banho de nostalgia.
Hoje, praticamente 1 ano depois do release original japonês, a Vanillaware anunciou em seu Twitter que DC atingiu a marca de 940 mil cópias vendidas mundo afora. Lá no Siliconera citaram que isso pode condizer tanto com cópias de fato vendidas como as enviadas aos lojistas, mas oficialmente da a entender que se trata do primeiro caso. 
É muito bom ver o sucesso do ARPG e fico na torcida por uma continuação! Tenho que voltar a jogá-lo.

940 MIL DRAGON’S CROWN POR AÍ

JÁ JOGOU ESSA BELEZURA?

A minha paixão por beat ‘em ups começou há muito tempo e princialmente influenciada por Streets of Rage. Depois de um tempo conheci os fantasiosos e que traziam elementos de RPG, como o caso do excelente clássico King of the Dragons (Arcade/SNES/PS2) da Capcom. Ano passado a Vanillaware lançou um RPG de ação nestes moldes, ou nos de D&D (também da Capcom), e o que tivemos foi um banho de nostalgia.

Hoje, praticamente 1 ano depois do release original japonês, a Vanillaware anunciou em seu Twitter que DC atingiu a marca de 940 mil cópias vendidas mundo afora. Lá no Siliconera citaram que isso pode condizer tanto com cópias de fato vendidas como as enviadas aos lojistas, mas oficialmente da a entender que se trata do primeiro caso. 

É muito bom ver o sucesso do ARPG e fico na torcida por uma continuação! Tenho que voltar a jogá-lo.